Guarda flores entre as paginas dos livros achando que quando secarem seus sonhos se realizarão....... desenha flores nas aguas do rio e vê formas nas nuvens que passam..... Não é louca..... apenas não gosta do mundo que vive .Quer sair.....mais sabe que morrera nele.......um dia...... Adriana Martins

Amigos

Acordo  com  o  barulho  da  chuva
caindo  intensamente
ritmada...
fecho os olhos e  tento lembrar  de  seu  rosto
por  mais  que  tente...não  consigo
apenas  lembro  do mar.....
da imensidão   daquele  mar
Não  sei  porque  esqueci
não  sei...
talves porque  esquecer...doi  menos
as  lembranças  chegam  derrepente
independente
dominantemente
Nessa  manha  de  chuva  forte
de  lagrima  que  teima em  chover dentro  de  mim
cruzo o  limite  dos  pensamentos
corro na   chuva
por  um  sonho  imposivel
um sonho  infinito
que  um  dia quiz  voar...... sem  asas

Um comentário:

  1. 2012 oportunidades
    de teres o que precisas
    e seres o que mereces,
    dentro e fora da blogosfera
    para ti e quem conheces.
    É o que deseja, Barbaridades,
    torcendo por ti nesta nova Era
    De uma forma amiga e sincera
    o teu colega do Urbanascidades.

    ResponderExcluir