Guarda flores entre as paginas dos livros achando que quando secarem seus sonhos se realizarão....... desenha flores nas aguas do rio e vê formas nas nuvens que passam..... Não é louca..... apenas não gosta do mundo que vive .Quer sair.....mais sabe que morrera nele.......um dia...... Adriana Martins

Amigos


Na realidade sou mais  forte  do  que  pareço  ser
aguento tranco  e  barranco
caiu  e  levanto
me  refaço
Se cada  vez que  me  enfraquecem
me enlouquecem
ressurjo  mais  e  mais  forte
Tenho um  mau  génio  de  morte
sou arrogante
tempestiva
imediatista
e realista
mais  uma  parte  de  mim
é diferente
é delicada
sensível
fremente...
por  isso  escondo tudo
e vivo nesse  absurdo
de   ser forte e possessiva
fria e agressiva
mais  na  realidade


sou  borboleta esvoaçante
delicada
que voa a  procura  de um  nada
que  passou por  mim de relance
me  deixando
triste e chorando
por  esse amor que  perdi
por  não saber  me  existir..........

4 comentários:

  1. É agir por defesa, por ser assim tão fragil se veste de um personagem frio e que não depende dos outros. Mais devagar vamos nos conhecendo e nos mostrando ao mundo.


    Beijos moça!

    ResponderExcluir
  2. Minha querida bom dia!
    Tenho boas noticias, se quiser vir na Pascoa, mando a passagem para você, meu sobrinho que trabalha na GOL se prontificou a isso, largue esse trabalho por uns dias e venha escrever poemas aqui em Goiaz, venha conhecer a familia de Cora Coralina, esperamos por você, bjs

    ResponderExcluir
  3. Dri, muito surpreso em conhecer esse seu lado, mais, uma supresa boa, muito boa, lindos poemas,blog lindissimo, bem esquematizado, mais uma supresa em ver esse seu lado poeta,gosto muito quando encontro você e ficamos conversado sobre a vida, segunda feira foi assim, você foi embora e eu fiquei mais um pouco pensando no que falamos.Vamos jantar de novo ?,BJS

    ResponderExcluir
  4. Adrita, antes de tudo saudades imensas, estou em Havana, sai de Miami a quase dois meses, esta tudo muito ruim aqui, não vinha aqui a algum tempo, mais li algumas poesias e continuas muito boa nisso, não acho que sejas feita de borboletas, mais sim de aço, minha pequenina,preciso de sua ajuda, vai na direção das pessoas ligadas a causa da refugiados cubanos, sabes quem é.Escreve alguma coisa sobre isso, te beijo daqui
    Diaz

    ResponderExcluir