Guarda flores entre as paginas dos livros achando que quando secarem seus sonhos se realizarão....... desenha flores nas aguas do rio e vê formas nas nuvens que passam..... Não é louca..... apenas não gosta do mundo que vive .Quer sair.....mais sabe que morrera nele.......um dia...... Adriana Martins

Amigos


Me perco as vezes

nas ruas que ando
paro nas esquinas
atravesso sinais.
ando nos becos
entre prostitutas e bêbados...
vendendo amor
vendendo  ilusão..
bebendo a  vida
na  indecisão.....
desço ruas
encontro casais...
em busca de vidas
de  momentos
de sexo   fugaz
Gosto da noite
das ruas desertas
quando apenas as prostitutas
ficam nelas
Gosto das luzes,
 mais brilhantes ainda
Passo por calçadas
cheias  de   gente
bebendo
fingindo
esquecendo
ando por ai
Gosto assim
guardar o cheiro da vida que passa por mim
como alguém que colecionas instantes
momentos
fragmentos.....
Não vivo maquina, sou gente
Uns falam
reclamam
outros calam...
eu.....
eu escrevo poemas
sem rimas,
sem temas
escrevo vida
vivência
carecia
demência
e caminho
caminho  pela  vida
como  um  andarilho
vivendo momentos
vivendo  historias
sendo   memoria
da  vida  que  passa pela   calçada..........



3 comentários:

  1. Andar pela vida
    seguir o caminho
    viver de forma plena
    seguir o coração
    ser feliz.


    Beijos querida. lindo texto!

    ResponderExcluir
  2. Minha querida Adriana, que saudade grande de você. Aqui fico a sua espera na velha Goias,sentindo muitas saudades.Venha para ca, passe uns dias aqui perto da casa de Cora Coralina, crie poemas,sonhe um pouco, se afaste dessa vida tão dura que escolheu para você. Lindo todos os poemas, porque são escritos com a alma,beijos minha querida

    ResponderExcluir
  3. Dri tá lindo o poema flor! Vc é muito idêntica a alguém que eu conheço. Fika com Deus querida! bjuss

    ResponderExcluir