Guarda flores entre as paginas dos livros achando que quando secarem seus sonhos se realizarão....... desenha flores nas aguas do rio e vê formas nas nuvens que passam..... Não é louca..... apenas não gosta do mundo que vive .Quer sair.....mais sabe que morrera nele.......um dia...... Adriana Martins

Amigos

Eu...


Quando  escrevo meus  poema
revelo esconderijos secretos
onde somente eu  entro.
La escuto o eco de meus sonhos
as  vozes do  tempo
vejo num canto escuro
meu pranto de saudade
escuto
meus  gritos
e
sussuros



Toco  com delicadeza
meus
sentimentos...
vejo
fotos
instantes
juras
e momentos
Sinto  o pesado silencio
escrito  com  lágrimas  perdidas
que   mansamente
ficaram paradas
no  tempo...
São provas de  meus momentos
de dor
de
lamento



Eu passo  por  ali
recolhendo  poemas
Passo nesses lugar que  me  perdi
me procuro
e nunca me   acho
o  tempo me esconde da vida
e o  que  ficou
alcanço com  minha lembranças
é como  se  eu  fosse  
 partículas minusculas
partes  de  mim
que  um   dia  vieram  a  existir


Sou eu  aqui...
me  desenhando  
em
v
e
r
s
o
s

2 comentários:

  1. Poesia é parte de dentro do ser. Talvez a única vez em que ele é sincero de verdade.



    Beeeijos!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia minha menina,amanheceu poesias, ontem li mais so hoje estou aqui, alias Aninha, saudades sua sempre, esperando sua visita aqui em Goiaz tambem.

    Não te deixes destruir...
    Ajuntando novas pedras
    e construindo novos poemas.
    Recria tua vida, sempre, sempre.
    Remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.
    Faz de tua vida mesquinha
    um poema.
    E viverás no coração dos jovens
    e na memória das gerações que hão de vir.
    Esta fonte é para uso de todos os sedentos.
    Toma a tua parte.
    Vem a estas páginas
    e não entraves seu uso
    aos que têm sede.
    Tenho a certeza que Cora mandaria essa poesia para você
    Minha querida, venha a Goiaz, passe dias aqui em minha casa, sera muito benvinda,abraço você carinhosamente

    ResponderExcluir