Guarda flores entre as paginas dos livros achando que quando secarem seus sonhos se realizarão....... desenha flores nas aguas do rio e vê formas nas nuvens que passam..... Não é louca..... apenas não gosta do mundo que vive .Quer sair.....mais sabe que morrera nele.......um dia...... Adriana Martins

Amigos

De guerras Urbanas....


Acorda cidade




antes maravilhosa

acordem burgueses

que em suas fortalezas de vidro e aço

fingem ignorar a miséria ao redor

acordem para a vida

bem perto dali

outros também acordam

acordam para a luta

para a miséria




e para a morte

desfilando em carros,

mostrem dentes e jóias

ignorem

porque.........

estamos em guerra

não é o sol que nos desperta




mais o barulho de tiros

fechem os vidros nos sinais,

ignorem as crianças abandonadas

que pedem socorro com o olhar

ignorem tudo

se cerquem,

se isolem,

se ilhem

Fora dai tem vida

pessoas que lutam

pra mudar

o mundo

e historias

Que choram os mortos dessa guerra

que vivem na miséria

que também foram

muitas vezes as crianças do sinal

que precisam ser olhadas,

vistas

e não ignoradas

estendam as mãos,

mais não tirem os brilhantes

estendam a mão

abram o coração

ajudem esses miseráveis

dessa hipócrita nação

A guerra começou

so

a

cidade Maravilhosa

ainda não

acordou.

Um comentário:

  1. Bom Dia, lindo o poema Adriana, mais so que essa realidade não vai mudar nunca, nos sabemos que nesse Brasilzão de lados opostos, é dificil eles cederem, vi você no dia da palestra para o lançamento daqueles dois Programas, não sabia quem você era, mais achei sua fla bastante corajosa, parabens pelo filme que você fez, tambem, é inedito, com certeza o unico da America so Sul com aquele conteudo, quando falou que" quem ama o diferente salta para a morte" é a certeza que tenho a anos
    Foi atraves da Ana Guerra que fiquei sabendo mais de você, ela me deu seu endereço e falou sobre o blog, vim e gostei, espero ver você em breve
    Alexadre

    ResponderExcluir