Guarda flores entre as paginas dos livros achando que quando secarem seus sonhos se realizarão....... desenha flores nas aguas do rio e vê formas nas nuvens que passam..... Não é louca..... apenas não gosta do mundo que vive .Quer sair.....mais sabe que morrera nele.......um dia...... Adriana Martins

Amigos


Estou de novo no velho mar
com minhas âncoras
Nem a onda vaga ausente
Nem o silêncio
somente gaivotas
cuido de minhas velas
para que nem o vento
mude minha direção
as cordas ficam tensas
mais não cedo
Preciso não so do vento,
mais tambem as vezes
de um sol em minha vida
Nas veias do vento
Penso...
Nos secretos amores
Ocultos ao horizonte
As recordações que
são levadas pela espuma
e se perdem mar afora
So temo a saudade
quando as garras dela
ferem minha pele
como gaivotas enlouquecidas
e acabo me perdendo na nevoa ,
tentando não bater nos rochedos
Então me recolho para
dentro de mim mesma
tentando guiar esse barco
para aguas tranquilas
para não ver as lembranças
nem sentir a dor da perda
e procuro no horizonte
o ceu vermelho
onde jogo a saudade,
tentando apagar esse incendio
que me consome
velejando nesse barco
sempre contra o vento....

Nenhum comentário:

Postar um comentário