Guarda flores entre as paginas dos livros achando que quando secarem seus sonhos se realizarão....... desenha flores nas aguas do rio e vê formas nas nuvens que passam..... Não é louca..... apenas não gosta do mundo que vive .Quer sair.....mais sabe que morrera nele.......um dia...... Adriana Martins

Amigos






 


 O vento não leva minha sombra,
 mas.... ronda minh'alma,
Meu pranto se acalma...
Nada sou...
Mas igual aos outros não sou!
Com o sol na face,
sigo sem disfarces,
sem medo do embate,
Percorrendo caminhos áridos,
posso ser primeira,
posso ser última,
mas sempre serei eu!
Sem medo do tempo,
sem medo da dor...
Nunca me deixarei cair...
E assim vou indo por aí...

2 comentários:

  1. Hola Adriana, yo vengo aquí a menudo a leer sus poemas y mantener un contacto más directo con el amigo, yo todavía estoy en Cuba, de regreso a Miami antes de Navidad, vi el artículo que publicó fue muy bueno, tiene el arte de la escritura, artículos o poemas son de carácter político, cuando vuelva a Brasil. en marzo, nos encontraremos con un buen vino, un beso

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Adriana,de tantas lutas e poemas,vai fazer um ano que a morte mudou sua vida e ate sua maneira de escrever,nunca nenhum vento vai levar sua sombra,nunca sera a ultima, porque não sei onde consegue tanta força,precisa escrever mais alegre, precisa voltar a viver, um abraço forte, bem apertado prà ver se um pouquinho dessa força passa pra mim

    ResponderExcluir