Guarda flores entre as paginas dos livros achando que quando secarem seus sonhos se realizarão....... desenha flores nas aguas do rio e vê formas nas nuvens que passam..... Não é louca..... apenas não gosta do mundo que vive .Quer sair.....mais sabe que morrera nele.......um dia...... Adriana Martins

Amigos

Eu aqui
vendo  a vida  passando  por  mim
como  esse rio Paraíba que  amo tanto...
sentada aqui  na  ponte,
olhando,
observando
a vida começando
na cidade que  amanhece
o céu se  cobrindo  de  fumaça
pelas queimadas dos  canaviais


As bicicletas parrando  pela  ponte  velha
centenas....
trabalhadores das  plantações
em  busca de  sustento
nesse  trabalho  escravo e
ignorados  pelas  autoridades
A  céu se  tingindo de  vermelho
sol nascendo
vidas  acontecendo



Estou em  Campos  de  Goytacazes
que  eu  amo  tanto
não  sei  o que  me  liga a essa cidade
mais  tenho  alma cravada  aqui
Ando  pelas  ruas desertas  ainda
bebendo  o  encanto do  lugar
Vendo o  dia  amanhecendo
a cidade  acordando
e
eu  renascendo
a cada  vez quer venho aqui......
.Gosto de  ficar  aqui,
na praça 
olhando  a Igreja  de  S.Salvador, 
onde  santos barrocos
contam a  historias dos anos dos engenho
Gosto quando  sopra  o  vento  nordeste
encrespando as aguas do meu  rio
e asssanhando a cabeleira  verde dos  canaviais
trazendo  com  ele o  cheiro  da  terra  queimando
e dos  doces  daqui
chuviscos
goiabadas
frutas em  calda grossa e  farta
Sempre  volto aqui
e
se  pudesse  aqui  viveria como  sonhei  um  dia
porque  é  onde  encontro a  paz  que  procuro
onde sou  livre
Campos que  te  amo  tanto




2 comentários:

  1. Tão bom encontrar um lugar, um refúgio, um canto. Sempre que posso ou precismo vou pra um lugar que tanto gosto, não é outra cidade, mais é outra vida pra mim.


    Beijos querida, linda poesia.

    ResponderExcluir
  2. Adriana, esse amor por Campos é conhecido por todos seus amigos, parabens pela poesia, e espero que um dia possa realizar esse sonho de viver la, bjs

    ResponderExcluir