Guarda flores entre as paginas dos livros achando que quando secarem seus sonhos se realizarão....... desenha flores nas aguas do rio e vê formas nas nuvens que passam..... Não é louca..... apenas não gosta do mundo que vive .Quer sair.....mais sabe que morrera nele.......um dia...... Adriana Martins

Amigos


...é o nascer constante do sol amarelo,

enluarado eterno das tardes finitas,

terno o carinho, das manhãs embriagadas dos meus domingos,

....sábios os minutos gastos, intimamente nos ouvidos da minha mãe natureza,

ponto feito,costurados em tecidos borados, infinitos botões apregoados,fechando a roupa do meu dia....

eterna a aventura de aprender, feito trilhos paralelos,que na infindável corrente de dormentes, me acorda, com apitos do trem do amanhecer,
pois minhas poesias são eternas, infinitas...enfim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário